Arquivo da tag: culpa

Curando a mágoa

Post 17 Mágoa

Na vida existem momentos em que sentimos raiva, culpa e indignação quando sofremos ou achamos que sofremos algum de tipo de injustiça, ou alguém nos fere, desaponta, ou ainda quando perdemos algo ou alguém que queríamos muito. São sentimentos que fazem parte do Ser Humano e é normal que os tenhamos. O problema se inicia quando estes sentimentos se transformam em mágoa e ressentimento. Observe que ressentir vem do verbo sentir originário do latim Sentimentum que significa sentir de novo. Ou seja toda vez que permitimos que a mágoa e o ressentimento se instalem em nós, estamos re-vivendo (vivendo de novo) e consequentemente dando muito poder àquele evento negativo ou aquela pessoa que nos feriu.

O passo seguinte, que eu considero um efeito colateral destrutivo, é o pensamento repetitivo que sobrecarrega constantemente a mente e o que é pior com um gasto poderoso de energia, desnecessariamente. O resultado é o estresse, ansiedade e até desencadeamento de síndromes do pânico. A mente não descansa, sempre às voltas com os pensamentos que somatizam no corpo em sensações que fazem parecer que tudo está acontecendo de novo.

Na minha prática terapeutica encontrei inúmeros casos de sofrimentos físicos, mentais, emocionais e até espirituais, por conta do envolvimento profundo com a mágoa e o ressentimento. Sentimentos que muitas vezes estão tão camuflados que os vamos arrastando pela vida a fora, sem perceber o enorme dano que nos estão causando.

Há alguns anos atendi uma moça, professora de Yoga e Dança, cuja queixa era cistite recidivante – que sempre voltava – e dor na coluna lombar. Vegetariana, adotava um estilo de vida bem saudável, pouco condizente com as questões de doença que apresentava. No quesito relacionamentos entretanto, residia parte dos seus problemas: estava passando por um processo de divórcio litigioso com o ex-marido e sua relação com a filha adolescente do casal também era tempestuosa. Sentia dificuldade em ‘dividir’ a filha com o pai. Alegava que a menina sempre voltava muito agressiva das visitas quinzenais ao pai.

O curso da terapia, revelou profunda mágoa do seu ex-marido, que se estendia ao seu relacionamento com a sua filha adolescente. A consciência da mágoa, foi um primeiro passo para que pudesse ser tratada, o que fizemos através do floral de Bach: Willow. A essência floral do Willow é muito útil aos que vêem a vida com amargura, ressentimento e mágoa, sentindo-se injustiçados por alguma adversidade que tiveram. É um bálsamo para os que tem dificuldade de perdoar e esquecer. É um floral que nos ajuda a resgatar o otimismo e a fé para que possamos perdoar e esquecer o passado, atraindo as energias positivas pelos nossos pensamentos. Permite-nos observar e perceber que toda situação adversa traz um ensinamento a ser descoberto e alicerça o nosso caminho evolutivo.

O floral Willow foi a 24a essência encontrada pelo dr Bach, na primavera de 1935, em Sotwell, na Inglaterra. É extraído da árvore do Willow uma espécie de salgueiro, muito flexível, que se dobra facilmente. Periodicamente sofre uma poda cruel, quando são cortados todos os seus ramos para fazer vime, usado na fabricação de móveis, restando só o toco da árvore. Como seu crescimento é rápido, logo ela renasce emitindo brotos novos e vigorosos. Vem desta sua característica a força para recomeçar aceitando as podas do passado. Para o dr Bach “no âmago de nossos corações precisamos saber que nossos inimigos são aqueles que nos abrem caminhos porque, ao fazerem isso, constroem um elo quase impossível de quebrar e devemos agradecer-lhes quando se nos opõem”.

Reconhecer e tratar a mágoa, ampliou sua percepção sobre a necessidade de perdoar, libertando-a do ciclo das cistites recidivas. O ex-marido iniciou um novo relacionamento, diminuindo os pontos de atrito e o relacionamento com a filha tornou-se mais leve, podendo ser aproveitado com mais plenitude e presença. Foi fácil perceber que a sua mudança de comportamento gerou mudanças no comportamento dos outros. Consciência gera consciência que só é possível através do auto conhecimento.

Auto conhecimento que é o foco do nosso trabalho aqui no Ser Integral. Nosso desejo é que você – tomando conhecimento de casos como este – também perceba a importância do Auto conhecimento que permite que nos responsabilizemos cada vez mais por nossos pensamentos, palavras, ações e emoções. Quando fazemos isso estamos aprendendo a administrar nossa energia pessoal: nosso maior tesouro!

 Você tem interesse em também aprender a gerenciar e utilizar o melhor possível a sua Energia Pessoal? Entre em contato conosco, através do email rmarrie@gmail.com. Se quiser mais detalhes, visite nosso site e conheça todas as terapias que disponibilizamos com este propósito.

Eu desejo a você uma semana abençoada e plena de consciência e responsabilidade pessoal por seus pensamentos, palavras, ações e emoções.

Um grande abraço e até o próximo post!

PS: Curta e compartilhe nossa fanpage https://www.facebook.com/paginaserintegral/

Curando Traumas com Florais

Flores

Uma das questões mais centrais da experiência humana é o conflito que vivemos entre quem de fato Somos e quem queremos Ser. Na maioria das vezes idealizamos a vida e o que é mais sério criamos um ideal para nós também, ignorando o lado sombrio de ambos. Frequentemente quando nos pegamos com um pensamento obscuro ou um comportamento que julgamos inaceitável, fugimos deles na esperança de que – como num passo de mágica – eles desapareçam. Esquecemos que esta tentativa só reforça o negativo, dando-lhe poder sobre nossa vida, tirando-nos o direito de a escolhas conscientes. De acordo com Chopra, a escuridão acaba nos controlando, provocando o efeito Sombra. A Sombra que nos impede de expressar inteiramente o nosso Eu. Entretanto reconhecer a Sombra exige de nós um trabalho profundo de auto conhecimento. Quando nos conhecemos e reconhecemos integralmente também integramos a Sombra e ela perde força.

Sem o trabalho de auto conhecimento muitas vezes somos, literalmente paralisados pela Sombra que não nos permite a libertação de traumas envoltos em culpa, cobrança, baixa auto estima, fuga do convívio social, ansiedade entre outras dificuldades.

Na maioria das vezes, o trabalho de auto conhecimento necessita de apoio externo. Um destes apoios que considero um dos mais simples e fantásticos é a Terapia Floral. Criado pelo dr Edward Bach, médico inglês com formação em Cirurgia, Imunologia, Bacteriologia e Homeopatia, entre os anos de 1928 e 1936.  É uma Terapia simples com muitas vantagens tais como:

– todos os remédios são feitos a partir de flores, plantas e árvores da Natureza: nenhuma delas é venenosa ou capaz de causar algum mal;

– são apenas 38 essências, facilitando sua escolha;

– podem ser usadas por qualquer pessoa, de qualquer idade,  sem nenhum risco ou efeito colateral.

Como terapeuta floral com formação nos três Níveis pelo Instituto dr Edward Bach, experienciei  – nos mais de 10 anos de atendimentos em consultório e à distância – dezenas de casos de cura de emoções em desequilíbrio, de forma simples e segura. Como dizia o dr Bach: “Não tenhamos medo de mergulhar na vida: estamos aqui para ganhar experiência e conhecimento, e pouco aprenderemos se não enfrentarmos a realidade e dermos o máximo de nós mesmos.” 

Há alguns anos atendi em meu consultório uma jovem, formada há alguns anos em Agronomia, por uma renomada faculdade pública brasileira, na área, cuja queixa era o desinteresse pela vida que resultava num distanciamento das atividades sociais. Depois de formada nunca conseguiu trabalhar na sua área de formação, embora tenha sido aluna brilhante durante a faculdade. Silenciosa, passava os dias cuidando dos sobrinhos e sentindo-se culpada por ver a vida ‘escoar’ à frente dos seus olhos. Na consulta, relatou que estudou Agronomia porque nunca conseguira passar no vestibular de Medicina, seu sonho. Mas que gostou de estudar sobre Agronomia, tanto que seu trabalho de conclusão de curso foi premiado e escolhido por um grande produtor rural da região para ser implantado em sua propriedade agrícola. O trabalho havia sido feito em grupo e todos ficaram muito felizes por já saírem da faculdade com emprego garantido. Entretanto a vida trouxe uma surpresa inesperada os demais colegas com os quais executaria o projeto receberam outras propostas de trabalho, as quais consideraram mais atrativas e as aceitaram, deixando a nossa jovem sozinha para executar o projeto. Embora preparada, sentiu medo de assumir sozinha o desafio e acabou recusando a proposta de trabalho. Esta recusa, trouxe auto cobrança e culpa acentuando o trauma e produzindo a reclusão que motivou sua presença em meu consultório, depois de tantos anos de sofrimento e dor. Sentia-se incapaz, auto estima destroçada e quase resignada com um destino de ser apenas tia e suporte para os pais idosos.

O primeiro passo estava dado, reconhecer a dificuldade que até ali se mantivera no silêncio do seu Ser. Compartilhar e reconhecer a Sombra que a mantivera refém do Medo, da Culpa e da baixa Auto Estima.

Os passos seguintes foram dados com a maravilhosa ajuda dos florais de Bach. Trabalhamos com os florais: Star of Bethlehem para tratar o trauma que se abateu após a decisão de recusar assumir o trabalho; Pine para trabalhar a Culpa, afastando o pensamento repetitivo, ‘algoz’ e torturante de que podia ter feito diferente. Eliminando a raiva de si mesma e restabelecendo o auto amor. Larch para recuperar a Confiança em si mesma e em suas capacidades, eliminando a inferioridade e a dificuldade de tentar novamente pelo simples fato de que tinha certeza de que não conseguiria e Mimulus para resgatar a Coragem, em lugar do Medo de encarar a vida, de enfrentar novos desafios e situações desconhecidas.

Escolhi o caso desta jovem, não só porque atendi outros casos semelhantes e sei que tem muita gente sofrendo por estar (ainda hoje) vivenciando igual sofrimento, mas principalmente pela velocidade e magnitude da sua resposta. Em menos de 60 dias que iniciamos o tratamento, recebi um seu email que encheu meu coração de alegria, me dando a certeza de que estava cumprindo minha Missão de Vida: fora aprovada no vestibular para Medicina, numa das mais renomadas e modernas faculdades públicas do país e já no próximo semestre iniciaria seus estudos. Daqui há um ano se formará. Decidiu especializar-se em Geriatria. Meu sonho é que alie seus conhecimentos de Agronomia com a Medicina. Quem sabe não temos aí uma profissional com amplo conhecimento em Fitoterapia?!

Citei apenas alguns dos florais que recomendei na época para ilustrar. Digo isso porque um trabalho com a Terapia Floral é como ‘descascar um cebola’, começamos das queixas mais superficiais e aos poucos vamos aprofundando na direção do centro do Ser. No caso desta jovem, prosseguimos com uma Terapia de Suporte com os florais adequados para cada emoção que fomos identificando, afinal foram anos de recolhimento e sofrimento. Apesar da rápida resposta, novos desafios surgiram e foi necessário seu acompanhamento. Sempre de forma amorosa e suave como as flores.

Histórias como essa e tantas outras que tenho a honra de presenciar em meu trabalho, justificam minha dedicação e horas de estudo ao que considero minha Missão nesta vida.

Como dizia o dr Bach: “Nenhuma grande escalada jamais foi empreendida sem falhas e quedas, de modo que estas devem ser consideradas como experiências que nos ajudam a tropeçar menos no futuro. Nenhum pensamento referente a erros passados deve nos deprimir; são coisas passadas e concluídas, sendo que o conhecimento adquirido por seu intermédio ajuda-nos a evitar que eles se repitam.”

Com o coração cheio de amor e alegria eu desejo a você dias abençoados e plenos!

E se achou esta informação útil compartilhe, mais pessoas poderão beneficiar-se dela. Abaixo estão os links para nossa página no Facebook e para o Cadastro em nossa lista. Ao cadastrar-se você ainda ganha um lindo e-book com dicas para equilibrar e harmonizar seus ambientes.

http://www.interagir.me/serintegralsaude/aromaterapia-seu-lar-em-equilibrio.html

https://www.facebook.com/paginaserintegral/

Um grande abraço e até sempre!

Para saber mais:

Chopra, Ford e Williamson – O efeito Sombra – Lua de Papel, 2010 – SP.

Paroni, Mara e Celso – Aprenda ser feliz com os florais de Bach

Feliz Ano Novo!

ano-novo

Estamos finalizando o ano de 2016 – um ano de  grandes mudanças e muito aprendizado. Aqui no Ser Integral foi um tempo maravilhoso, temos muito a comemorar porque o nosso projeto de troca de saberes decolou. A sementinha plantada no primeiro texto em 1 de abril de 2015, completou seu primeiro ano e nós saímos dos quase 1 600 visitantes para quase 30 mil visitantes em quase 20 países ao redor do mundo. Encontramos as pessoas que estavam interessadas nos temas que queríamos desenvolver e compartilhar e fomos encontradas por elas. Não sei se para você estes números são pequenos ou grandes, mas para nós é simplesmente maravilhoso. Tem gente que vai achar muito, outros acharão muito pouco… não importa! É mais uma corrente do bem se construindo. São mais de 10 mil fãs nos prestigiando no Facebook, curtindo e compartilhando as nossas dicas. Percebendo e se alinhando com a expansão da consciência, o auto conhecimento e o auto amor, nossas bandeiras, aqui no Ser Integral Saúde. Nossa gratidão a cada um de vocês que fez e faz parte desta caminhada.

Quando começamos, tinhamos o propósito de falar da maior quantidade de temas possível para auxiliar os que estivessem interessados numa vida mais equilibrada com saúde Integral.

Em 2016, nossa gratidão a cada um de vocês que contribuiu para tornar o nosso propósito cada vez mais claro, porque através de suas contribuições foi possível focar mais nos temas de interesse do público feminino. Claro que continuamos a compartilhar temas de interesse coletivo, afinal acreditamos na importância de temas, como Alimentação saudável e equilibrada. E isto é para todos, especialmente pela nossa capacidade feminina de levar o que achamos útil tanto para nós como para nossos familiares e amigos.

No tema alimentação saudável publicamos diversos posts sobre alimentos que curam, nutracêuticos como o Hibiscus, a Yacon, Plantas Alimentícias não Convencionais (PANCs) e ensinamos diversas receitas de Suco Verde, poderosos desintoxicantes. Afinal não dá para falar em saúde sem ter o corpo limpo de toxinas.

No quesito emoções dedicamos vários posts à sua intrínseca relação com a saúde do corpo físico, em especial a importância de ativar e preservar nossas forças internas para manter a saúde do sistema imunológico. Dedicamos especial atenção a emoções básicas como a Alegria  e a Gratidão, a Culpa e a Raiva e seus efeitos danosos e devastadores para o Fígado. Você viu? Se não viu, vale pena voltar no site e buscá-los.

Eu sou Especialista em Plantas Medicinais e não por acaso sou apaixonada pelo tema e por utiliza-las de forma curativa, por isso dediquei alguns posts muito especiais às esta dádivas da Natureza e à própria Natureza, como elemento decisivo para o nosso equilíbrio Todos deixados por Deus para curar e manter a nossa saúde de forma integral.

Dedicamos carinho especial aos posts com informações sobre os Florais de Bach, remédios com poder de cura e equilíbrio, bem como diversos posts com informações sobre a importância dos Chakras. Cada post tem preciosas informações sobre como estes centro energéticos funcionam e como mante-los equilibrados e saudáveis.

Para o público feminino publicamos uma série de posts sobre os Ciclos Femininos, textos esclarecedores sobre a a dor e a beleza do Climatério e Menopausa; resgatamos temas lindos como o Poder e O Sagrado Feminino e de novo voltamos nossas atenção aos Ritos de Passagem Feminino, porque entendemos ser uma fase da mulher em ela se sente abandonada, sendo inclusive negligenciada pelo próprio sistema de Saúde institucional que deveria cuidá-la. Falamos da dor do Gaslighting, num texto primoroso da minha amiga e terapeuta Ana Valério, que vale a pena ver de novo… Sem falar nos posts dedicados às Deusas e a Mulher que ainda estamos escrevendo e que tem sido sucesso absoluto junto ao público feminino. Afinal a hora é agora, de resgatar nossa auto estima, reafirmando o poder da deusa em cada uma de nós.

E claro, fomos poderosamente abençoados com o tema Saúde e Proteção dos nossos ambientes, ao qual dedicamos alguns posts com dicas de como cuidar da nossa casa, nosso lar e nossos ambientes de trabalho, através de dicas, considerações e oferecendo nosso trabalho de Geobiologia Espiritual Pessoal, Ambiental, de Processos, da Vida Financeira e Profissional, dos Animais de estimação e Automóveis. Um trabalho de limpeza e harmonização feito com auxílio dos Devas da Natureza e tecnologias específicas de Som e Luz.

E você que  nos acompanhou até aqui, há de se lembrar quanto falamos em cada um destes posts e em alguns em particular sobre a importância do Propósito de Vida, do auto conhecimento e do auto amor e cuidado conosco. Esse tema é vital para a vida do Ser Integral.

Finalmente, lembramos que o propósito do nosso site/blog é compartilhar informações úteis para que o Ser Integral floresça e cresça no caminho que escolher manifestar na vida, mas é também um espaço em que oferecemos os nossos serviços a todos os que querem aprofundar e fortalecer as mudanças. Visite nossa página de Atendimentos no https://serintegralsaude.wordpress.com/atendimentos/ conheça os auxílios terapêuticos que disponibilizamos ali. A EMF Balancing Technique por exemplo é uma técnica de reequilíbrio energético para aqueles momentos em que a vida parece estagnada e não sabemos qual o caminho a seguir. A Geobiologia Espiritual, limpa, harmoniza e remove obstáculos ao fluxo natural da prosperidade e do viver em liberdade. O Reiki, harmoniza, equilibra, pacifica o coração e a mente. E tem mais… a Fitoenergética e os Florais de Bach que promovem equilíbrio e cura do corpo físico, mental e emocional através das plantas e das flores, de forma suave e segura. E o que eu particularmente acho muito bom, você não precisa se deslocar da sua casa, do seu ambiente para receber os benefícios de todas estas técnicas. Tudo é feito à distância, em dia e hora previamente combinados. Milhares de pessoas já se beneficiaram do meu trabalho com as Terapias Energéticas à distância. Experimente você também e  no próximo ano…

Faça com o Tempo o que ele faz com você.

Aproveite-se dele!

Curta cada dia como se fosse o primeiro.

Feliz Ano Novo!

É Natal…

66-natal

Então é Natal, e nós aqui do Ser Integral, também estamos aqui para desejar a todos que acompanharam nossas publicações ao longo destes meses, um Feliz Natal recheado de fé e esperança num mundo melhor.

Aqui no Ser Integral nos acreditamos que um mundo melhor começa conosco, a partir do auto conhecimento e do amor por nós mesmos (as).

Temos certeza de que todos vocês receberam, se emocionaram e também enviaram lindas mensagens de Natal. Assim, resolvemos fazer um pouco diferente, em vez de trazer mais um mensagem de Natal, escolhemos falar um pouquinho de um dos símbolos do Natal,  que é a árvore do Pinheiro.               

  De acordo com o Dicionário dos Símbolos, o pinheiro representa robustez e vigor, honestidade e virilidade. Sua simbologia está associada à longevidade e à força, a coragem, fidelidade e constância nas adversidades. Considerado um símbolo de imortalidade no Extremo Oriente e um dos principais símbolos do nosso Natal.

O pinheiro é a árvore de Natal, talvez por ser a única árvore capaz de sobreviver às baixas temperaturas do inverno na Europa – continente de onde surgiu a tradição de enfeitar a árvore de Natal, sem que se consiga determinar com certeza se o seu país de origem é a França ou a Alemanha.

São muitas as tradições sobre como o pinheiro começou a fazer parte da festa cristã, uma delas remonta ao século VII, quando São Bonifácio, pregava na Turíngia (uma região da Alemanha) e usava o perfil triangular dos pinheiros como símbolo da Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). Com a expansão do Cristianismo, este uso foi sendo adaptado e acabou por se transformar na nossa hoje conhecida Árvore de Natal, que enfeita nossos lares simbolizando que É Natal!

Mas, você que nos acompanha aqui no Ser Integral, já sabe que sempre aliamos a teoria à prática e hoje não vamos fugir à regra, além de trazer informações sobre a simbologia do Pinheiro, nossa Árvore de Natal, vamos também falar sobre seu uso terapêutico na forma do óleo essencial do Pinho ou Pine (em inglês).

Em primeiro lugar, é muito importante ressaltar que o óleo essencial do qual vamos falar é aquele obtido a partir do Pinus sylvestris, já que existem muitas espécies e sub espécies conhecidas pelo nome de Pinheiro.

Outro detalhe não menos importante – do qual sempre falamos por aqui – é a necessidade da consulta e acompanhamento por um aromaterapeuta em qualquer tratamento de saúde que se faça a opção pelos óleos essenciais. Ou seja desaconselhamos totalmente a auto medicação.

A idéia é trazer a informação das maravilhosas possibilidades e propriedades terapêuticas do óleo essencial do Pinho, para o seu conhecimento, de que existem práticas que podem ser complementares e auxiliares aos tratamentos ortodoxos e convencionais. E o melhor de tudo na minha opinião: de forma aromática e prazerosa.

De acordo com a aromaterapeuta Patricia Davis, as principais aplicações do óleo essencial do Pinho dão-se no tratamento de infecções respiratórias. É expectorante, e um antisséptico pulmonar muito poderoso. Recomenda sua utilização, preferencialmente, em inalações à vapor. Também considera as inalações com o óleo de Pinho igualmente eficazes em casos de resfriados, catarro ou garganta inflamada, podendo ser usado em conjunto com o óleo essencial de Tea Tree (do qual ainda falaremos por aqui).

A árvore do Pinheiro tem seu uso consagrado em muitas civilizações antigas, desde os antigos egípcios que comiam seus frutos adicionados ao pão até aos nativos americanos que queimavam as folhas jovens dos topos da árvore em seus rituais de purificação do espírito. Na Suíça seus antepassados usavam suas folhas agulhadas secas para encher os colchões, com a finalidade de tratar disfunções respiratórias.

O tratamento com óleos essenciais ou Aromaterapia, é um tratamento holístico (do grego “holos” que significa todo, inteiro) exatamente a abordagem que sempre trazemos aqui no Ser Integral. Ou seja compreender o Ser Humano em sua integralidade: física, mental, emocional e espiritual. Assim, o óleo essencial do Pinho além de tratar disfunções físicas, de modo especial as doenças respiratórias – por suas ação bactericida, antisséptica e anti viral – também é muito especial para tratar aqueles que se sentem culpados. Considerado um símbolo da redenção, confere libertação  da escravidão de sentir CULPA, sentindo-se às vezes pecador diante de Deus e de si mesmo (a). O óleo do Pinho, assim como o floral de Bach Pine, são especialmente curativos para aqueles que precisam perdoar a si próprios.

O sentimento de culpa é um algoz que se deixarmos não nos dá trégua. Sempre traz junto com ele uma Tristeza associada, que segundo a Medicina Chinesa adoece os nossos pulmões. O pinho – este presente da sábia Mãe Natureza – traz a cura e o alívio para os que padecem da culpa tanto no corpo físico, quanto na mente e na emoção.

O Pinho então, ajudaria a limpar os canais que nos ligam à fonte de força interna indestrutível, saudável e equilibrada. Ajuda a abrir novos portais para uma vida de mais serenidade, discernimento, assertividade e coragem para a Alma. Mais importante, ajuda no despertar da virtude (talvez a mais importante) que permite trabalhar a CULPA de forma equilibrada: a HUMILDADE. Isso mesmo, a humildade nos permite ser flexíveis com os nossos próprios erros, corrigindo-nos com amor. Somos seres em evolução, o aperfeiçoamento, portanto é contínuo.  Estamos sempre em construção. Hoje melhor que ontem, sempre.

Para finalizar, gostaria de enfatizar que o uso de qualquer óleo essencial de forma terapêutica deve ser feito sempre com o acompanhamento de um profissional credenciado. Seu consumo interno deve ser evitado, por sua toxicidade ao Ser Humano. No caso específico do óleo de Pinho, seu uso em concentrações elevadas pode acarretar irritação cutânea, em pessoas de pele sensível. E anote aí para não esquecer, óleo essenciais são extremamente concentrados (observe que são armazenados em pequenas quantidades que variam de 3 a 11 ml) devendo ser utilizados diluídos (em geral) em óleos vegetais carreadores.

Eu desejo a você e a todos que você ama, um Natal abençoado, pleno de paz e alegria na presença do Mestre Jesus, cujo nascimento celebramos nesta data. Que a energia curativa do óleo essencial do Pinho ilumine sua Alma, com a benção da humildade e do perdão a si mesmo(a) e aos outros. E que este energia lhe traga coragem, força interior e vitalidade para vencer seus desafios. Afinal é tempo de renovar, celebrar a vida e espalhar o Amor!

Um grande abraço de luz dourada e até o próximo post

Para saber mais:

https://www.dicionariodesimbolos.com.br/pinheiro/

Davis Patricia  – Aromaterapia – Livraria Martins Fontes Ed Ltda – 1996 – São Paulo SP

Vera Lúcia Guedes –http://www.veraguedesaroma.com/

Harmonizando seus ambientes

33-mente

Olá pessoal, esta semana vamos retomar um assunto que nós aqui do  Ser Integral consideramos extremamente importante para encontrar e manter o equilíbrio em nossas vidas. Trata-se do cuidado que precisamos ter com os ambientes que frequentamos, especialmente nossa casa e o ambiente de trabalho. Em geral são os locais onde passamos a maior parte do nosso tempo e por esta razão é fundamental que estejam harmonizados e em equilíbrio.

Ter consciência da nossa responsabilidade na qualidade da nossa energia pessoal e dos ambientes que freqüentamos é o primeiro passo. É muito importante a compreensão de que tudo começa conosco. Somos os responsáveis pela qualidade dos nossos pensamentos que por sua vez produzirão emoções sintonizadas e nos ajudarão a realizar as ações apropriadas para um bem viver. Talvez, esse seja o nosso maior desafio: alinhar nosso pensamento, com nosso sentimento e ações. Mas vale pena trabalhar por ele (o alinhamento) porque o resultado é muito poderoso e transformador na nossa vida.

Uma vez que aceitamos a nossa responsabilidade por nossa vida, podemos ampliar esta responsabilidade para os ambientes onde vivemos em comunhão com nossos familiares ou colegas de trabalho. Isso quer dizer que assumimos SER uma presença de luz e alegria onde estivermos.

E aqui vale um parêntesis precioso, não confunda responsabilidade com culpa. Assumir a responsabilidade por si mesmo implica em perder o medo de errar e experimentar a vida. Ou seja, experimente, erre tentando acertar, porque todos nós estamos aqui fazendo o nosso melhor na busca da felicidade, da integridade e do bem enquanto seres humanos que somos. Esqueça e abandone o SE… se eu soubesse, se eu pudesse, se eu tivesse feito… o SE não existe. Se existisse nós o teríamos feito. Fazemos sempre o que é possível, do melhor jeito que conseguimos.

Agindo assim afastamos das nossas vidas a energia da culpa, da auto cobrança e tantas outras negatividades que atrasam nossa vida e deixam marcas em nossos corpos físico, mental, emocional e espiritual e também nas paredes dos ambientes que habitamos. Isso mesmo! As paredes absorvem toda a energia negativa de uma discussão, ofensas, formas pensamento negativas das pessoas que estiveram no local.

Aqui no Ser Integral sempre buscamos aliar a teoria à prática. Portanto a dica da semana vem da Geobiologia que é a ciência que estuda as interações da Terra com os seres animais e vegetais. Também conhecida como a  Medicina das Habitações ou Biologia da Construção. Segundo Allan Lopes, Geobiólogo brasileiro devemos olhar a casa como fonte de saúde e não de doenças. Adotar a visão da nossa habitação como uma terceira pele, das cinco que temos. Nossa primeira pele é a orgânica, que cobre nosso corpo, a segunda são as nossas vestimentas, que devem ser tão seletivamente permeáveis quanto a primeira. A terceira pele é a nossa casa; a quarta, nossa cidade, vila, lugarejo ou casa no campo; e a quinta e mais abrangente a nossa Terra, casa em que todos habitamos. Ou seja, todas estas cinco peles ou organismos devem trabalhar em conjunto e são partes de um único organismo. Adorei esta analogia, porque completa nosso pensamento de integralidade e integração com o Todo, com a Totalidade. Esta visão mostra de forma muito clara a interdependência entre nós e o ambiente que vivemos.

A dica de ouro, portanto é cuide da sua casa e do seu ambiente de trabalho como cuida de si mesmo: com muito amor.

Cuidar com amor inclui:

– usar plantas nos ambientes internos e externos. As plantas são os filtros mais poderosos que a Natureza nos presenteou. Algumas inclusive são especiais como a Arruda, a Babosa, o Alecrim. Todas poderosas para eliminar energias negativas. Abuse delas na decoração de seus ambientes;

– abra as janelas diariamente. O ar interno precisa ser renovado continuamente;

– use as cores de acordo com as necessidades do ambiente. Para áreas de estímulo, como salas de estudo e criatividade, o amarelo vai ser útil. O laranja é estimulante e traz dinamismo. O verde e o branco são os coringas. Podem ser sempre utilizados sem medo de errar, especialmente se o verde for em tom claro.

– evite móveis com formas extremamente pontiagudas, além do risco de provocar acidentes, trazem a energia da agressividade.

Além disso, pode contratar uma assessoria especializada de Feng Shui ou Geobiologia e fazer todo um estudo e correção ou tratamento dos seus ambientes. Ou ainda fazer um curso onde você mesmo (a) pode aprender sobre o assunto e até se tornar um profissional na área.

Outra opção poderosa é a Geobiologia Espiritual. É a minha preferida porque é efetiva e traz resultados fantásticos, realmente transformadores. Na Geobiologia Espiritual   trabalhamos em parceria com os Devas da Natureza e as Hierarquias Espirituais utilizando os princípios da Geometria Sagrada e tecnologias especificas de som e luz. Os resultados são maravilhosos porque há sintonizam o desejo maior de toda Espiritualidade pela cura da  MãeTerra. É uma dádiva estarmos aqui e agora participando deste processo de sanar grande parte do dano emocional, mental e físico que nós mesmos provocamos para que a Terra seja totalmente curada e possamos fazer a transição para o próximo nível.

A Geobiologia Espiritual é um trabalho feito inteiramente à distância que promove equilíbrio Pessoal, Ambiental e também de Processos Jurídicos estagnados presos na lentidão do nosso Judiciário.

Acesse o link: https://serintegralsaude.wordpress.com/geobiologia-espiritual/ e AGENDE  uma limpeza no seu campo energético ou nos ambientes que frequenta.

Eu desejo a você uma semana iluminada, plena de Alegria e Paz.

Para saber mais:

http://allanlopes.webnode.com/geobiologia/

http://angelicapiogeobiologia.blogspot.com.br/

Sem culpa, por favor!

01-liberte-se

Olá pessoal, a felicidade às vezes parece algo distante e até inatingível. Aqui no Ser Integral a nossa proposta, entretanto, é nos lembrar que somos os responsáveis por nossa Felicidade. Que a nossa Felicidade é uma construção diária que fazemos ao acordar e sair da cama. Isso mesmo, começamos a ser felizes com a nossa decisão de sair da cama agradecendo por mais um dia: oportunidade única de estar aqui e Agora presentes para o nosso momento maior – o momento Presente!

Assumir ser feliz, portanto, é principalmente ser grato (a). Praticar a Gratidão. É a primeira decisão que nos permite assumir a responsabilidade por nossos pensamentos, palavras, ações e omissões. Praticar a gratidão é aceitar que nossa compreensão é limitada. Fazemos parte do Todo, mas ainda habitando na terceira dimensão, logo, fatos ou acontecimentos que aparentemente são contrários aos nossos desejos e programações, trazem no seu lado oculto razões que nos protegem de nós mesmos e de nossas escolhas às vezes equivocadas. Ou seja nem tudo é perda, algumas são livramento.

Assumir ser feliz é também, e igualmente importante libertar-se da Culpa. A culpa é um sentimento normal na nossa cultura humana, cujo razão de ser deveria limitar-se apenas a nos permitir refletir sobre nossos erros e construir possibilidades de revisão e sobretudo nos preparar para evitar repetições. Isso quer dizer que uma vez cumprido o papel da reflexão e tomada de consciência, o próximo passo é evitar a ruminação de pensamentos que esvaziam nossa energia criativa e na maioria das vezes nos deixam inertes, passivos, consumidos pela culpa e pelo medo de errar novamente.

Assumir ser feliz é compreender que dentro da nossa humanidade da terceira dimensão, fazemos sempre o nosso melhor, com os recursos e informações que temos disponíveis no momento. Exemplo disso são os pais, especialmente as mães que se sentem culpados pela criação que deram ou dão aos seus filhos. A grande maioria está fazendo o seu melhor, equilibrando a própria vida, a luta pela subsistência (trabalho) e a educação dos filhos pequenos, exigentes de um sem número de cuidados. Ou ainda os filhos que em determinado momento são obrigados, pelos mesmos motivos a deixar seus pais idosos num abrigo onde terão todos os cuidados que não conseguem suprir. É deixar o orgulho e a pretensão da perfeição para assumir e aceitar as próprias limitações com auto amor e auto compaixão.

Você pode estar se perguntando agora, como fazer isso? Parece tão difícil, apesar de simples. Aqui no Ser Integral, nosso compromisso além de trazer a reflexão que permite repensar, rever, adotar novas posturas de vida para aumentar a consciência evolutiva, é o de oferecer dicas práticas para materializar seu desejo de mudança de vida. É o que vamos fazer agora trazendo informação de uma prática natural da qual já falamos aqui algumas vezes. Estou falando da ajuda linda que podemos conseguir com os florais.

O dr Edward Bach criador do Sistema Floral de Bach, descobriu os remédios florais porque percebeu a importância de ter emoções equilibradas para saúde integral. Ou seja, muitas doenças que manifestamos no corpo físico (senão todas)  decorrem de um desequilíbrio anterior no corpo emocional. Ele acreditava que a cura do plano emocional traz benefícios e cura em todos os aspectos da vida, permitindo ao corpo encontrar seu estado de saúde e bem estar natural.

O Dr Bach dividiu seu sistema Floral em 6 grandes grupos que considerou incluir todas as grande emoções humanas. Colocou o floral para o sentimento de Culpa no grupo do Desânimo e Desespero. Exatamente como se sentem as pessoas carregadas de Culpa: consumidas pelo desgaste energético e atormentadas pela angústia ao ponto de desesperar-se.

Se você faz parte do grupo de pessoas que não conseguem livrar-se do sentimento de Culpa e sofrem com isso ou se tem um ente querido, um amigo, ou mesmo conhece alguém que vive se torturando com a Culpa, considere conhecer e usar o floral de Bach PINE.

O floral Pine, nas palavras do seu criador é para aquelas pessoas que culpam a si mesmas. Mesmo quando tem sucesso pensam que poderia ter feito melhor, e nunca estão contentes com seus esforços ou resultados. São trabalhadores duros e sofrem muito com as falhas que atribuem a si mesmos. Até quando o erro é cometido por outras pessoas assumem a responsabilidade. Às vezes o sentimento de culpa é tão grande que domina suas mentes e os obriga a pedir desculpas e perdão constantemente.

O uso do floral Pine vai permitir a manifestação do lado positivo desta emoção que é a conscientização do erro, o aprendizado e a disposição para continuar com sabedoria e auto amor.

Os florais de Bach podem ser usados por qualquer pessoa, mesmo quando em uso de medicações alopáticas ou fitoterapia. Ou seja não tem contra indicação, exceto por pessoas que  tenham problema com álcool. Os florais são extraídos das flores e conservados em brandy (bebida alcoólica extraída através da destilação do vinho). Embora a quantidade utilizada ao dia seja mínima, vale considerar e buscar na sua farmácia de confiança uma forma de utilizá-los sem álcool.

Esta é a dica de hoje: libertar-se da Culpa de forma natural e sem contra indicações. Os florais de Bach podem ser adquiridos em farmácias de manipulação e homeopáticas de todo o Brasil, através de sites de confiança como o Monas Flower sem necessidade de receita ou indicação profissional. Entretanto, pela minha experiência de mais de 10 anos como Terapeuta Floral, o ideal é fazer uma consulta e acompanhamento com um profissional de sua confiança. Afinal nem sempre enxergamos todos os aspectos de nossa personalidade que precisamos tratar e curar.

Se você gostou deste artigo e quiser saber mais, mande um email para rmarrie@gmail.com onde poderá obter mais informações ou marcar uma consulta on line via Skype. Acesse meu site:  serintegralsaude.wordpress.com

Um grande abraço e uma abençoada semana plena de paz e Luz.

Ah e curta a fanpage do Ser Integral. Assim, mais pessoas podem acessar e beneficiar-se dos nossos conteúdos, todos elaborados com muito amor para você.

Grande abraço e até o próximo post!

Honrando nossas emoções

02-ser-amor

Saúde Integral pressupõe a busca da inteireza em nosso Ser. Isso significa equilibrar o que pensamos e sentimos com as nossas ações. É um desafio e tanto, mas que quando alcançado nos permite viver melhor e com muito mais Saúde.

Para falar sobre este assunto vamos começar com o significado da palavra emoção porque na tríade acima ela tem um papel fundamental. A palavra emoção deriva do latim emovere, onde o e significa ‘fora’  e movere significa movimento. Ou seja movimento para fora. Extensamente estudada por teóricos notáveis nas áreas da Psicologia, Filosofia, Sociologia e da Neurologia, a emoção tem sido conceituada e explicada de muitas formas. Deste conceitos escolhi a abordagem neurológica, postulada por Bud Craig em 2003, na qual nos fala sobre as  emoções homoestáticas humanas. Ditas emoções são sentimentos evocados por estados internos corporais, cada um modulando nosso comportamento. Sede, fome, sentido de calor ou frio, sentimento de sono, desejo de sal e ar, são exemplos de emoções homeostáticas; cada uma é um sinal do corpo dizendo “Coisas não estão certas em mim, preciso de bebida/comida/movimento para obter sombra/calor/dormir/comer sal/respirar”.

Ainda de acordo com Craig nós começamos a sentir uma emoção homeostática quando um desses sistemas sai do balanço ou equilíbrio, e o sentimento nos impele a fazer o que seria necessário para tornar o sistema balanceado novamente. Dor é uma emoção homeostática que diz “Alguma coisa não está certa aqui. Recolha-se e proteja-se.”

E esta é a dica de hoje: Ter em mente que as nossas emoções são reais e não devem ser ignoradas como se não existissem ou descartadas como se não tivessem valor. Para D Miguel Ruiz Jr, as emoções criam a mais autêntica âncora que temos. As emoções nos ajudam a nos comunicar. São as expressões mais autênticas de nós mesmos. Não podemos ignorá-las. Emoções desconfortáveis são como alarmes de carros: nos avisam de que há um problema a ser observado, uma ferida a ser tratada, de modo que possamos acessar a nossa Verdade, quem de fato somos e o que é bom para nós. Só nós podemos fazer isso. Só nós podemos honrar nossas emoções, conferindo-lhes o valor que tem, de ser como faróis a nos guiar no caminho do coração.

Honramos nossas emoções quando percebemos que elas são uma expressão de como nos sentimos e onde precisamos colocar nossa atenção. E aí vale um alerta importante. Honramos nossas emoções quando temos consciência de que elas podem ter sido desencadeadas por um motivo não verdadeiro. Por exemplo: Estou muito feliz vivendo um relacionamento de parceria e amor e de repente motivada por experiências anteriores começo a ter medo de perder a pessoa amada. Da emoção da felicidade passo repentinamente para o medo, a tristeza e a dor. Neste momento podemos examinar esta emoção e recuperar o poder de escolher entre ficar com a memória do passado (neste momento ilusão) ou abandoná-la e construir/vivenciar um momento novo.

Honrar nossa emoções nos permite assumir a responsabilidade por nós mesmos e pela nossa realidade. Somos os responsáveis pelas severas críticas que nos impomos constantemente e que consomem nossa energia criativa e criadora. Assumir a responsabilidade de viver a vida ao máximo a qualquer momento é o nosso desafio. Há um campo infinito de possibilidades à nossa frente, aguardando por nosso primeiro passo. Podemos dar esse passo e os próximos usando nossas emoções como faróis e âncoras, confiantes que podemos faze-lo. Esta consciência do nosso Potencial Infinito nos devolve a liberdade de Ser.

Não posso finalizar meu post de hoje sem a dica prática que norteia meu trabalho. Isso mesmo, para mim, uma idéia, um construto teórico ou um conceito só acontecem de fato quando o colocamos em prática. Assim, a forma mais prática de honrar nossas emoções é assumir que o sentido da vida é amar e que fazer isso é uma escolha. Essa escolha ilumina minhas ações e me ilumina. Eu sou o Amor. Afinal tudo que temos e somos é o Amor.

Escolher e assumir ser Amor, harmoniza e equilibra o Chakras Cardíaco e Cardíaco Superior responsáveis pelo nosso coração e pela glândula do Timo, responsável pela nossa Imunidade. Imunidade em alta, saúde garantida! Adeus vírus, bactérias, doenças oportunistas. Ah e lembre-se de perdoar-se a si e aos outros. O perdão é altamente curador. E na maioria das vezes temos mais dificuldade com o auto perdão. Lembre-se que você sempre fez o seu melhor naquele momento. Liberte-se da culpa e agradeça por todas as suas experiências agradáveis e desagradáveis. Elas são como blocos de construção no caminho do Ser Amor.

Eu desejo a você uma linda semana plena da energia Verde e Rosa do Amor.

Se você gostou deste post, curta  e compartilhe nossa página Ser Integral no Facebook.

Um grande abraço e toda Luz

Fontes:

D. Miguel Ruiz Jr – Os cinco níveis de Apego – Ed Best Seller

https://pt.wikipedia.org/wiki/Emoção