Cuidando com Mãe Terra

 

argila-23-02-17

Olá, tudo bem?

Nosso propósito aqui no Ser Integral, é compartilhar dicas de cuidado com a saúde da forma mais natural possível. E a dica de hoje além de ser muito simples e natural, ainda protege a bolsa. Isso mesmo, além de ser uma terapia fantástica, tem um custo de material muito baixo.

Estamos falando da argila que é a matéria utilizada na Geoterapia, definida como a ciência do uso da terra, uma das mais importantes técnicas terapêuticas da medicina natural tradicional. É uma forma de tratamento tão antiga quanto o homem, porque começou com a observação do modo como os animais a utilizavam, em prazerosos banhos de barro/lama. Imitando seu comportamento o homem primitivo percebeu a enorme capacidade curativa da argila.

Sua aplicação medicinal está registrada nos mais antigos tratamento médicos, desde a medicina tibetana, ayurvédica, egípcia e persa até Hipocrátes, chegando aos dias atuais. Basta checar a grande quantidade de estâncias hidrominerais do planeta que possuem termas e lamas medicinais, além de praias com areias medicinais (monazíticas) procuradas por milhares de pessoas que procuram alívio para os mais diversos males e o conseguem com muita frequência. Aqui no Brasil, a cidade de Guarapari é muito procurada para fins medicinais, por suas praias com areia monazítica.

Na verdade a cura através da argila ou lama – que é a mistura de terra e água – se dá por conta da riqueza dos micro cristais (especialmente o quartzo) e outros elementos e minerais ali presentes. Ou seja um tratamento com argila corresponde a uma forma complexa de cristaloterapia ou terapia dos cristais. E aqui vale lembrar que os cristais fixam e concentram uma imensa quantidade de energia solar e telúrica. Quando utilizamos a argila ela consegue nos transferir toda esta energia primária e maravilhosa. Basta pensar que a “terra” no sentido de solo, contém todos os elementos, inclusive os energéticos que mantém toda vida no planeta.  Ou seja ela possui o poder básico que nos sustenta como a poderosa Mãe Terra e nos cura de todos os males.

As aplicações da argila são inúmeras, podendo ser utilizada para tratar disfunções em quase todos os sistemas do corpo humano, mas neste post nos vamos focar apenas no sistema gastro intestinal. Já falamos aqui no Ser Integral algumas vezes sobre a importância de ter os intestinos funcionando de forma harmônica e saudável. Afinal o intestino, é considerado o nosso “segundo cérebro”, responsável por um número muito grande de reações importantes à saúde integral: física, mental, emocional e espiritual.

Neste quesito saúde gastro intestinal, a Geoterapia é uma terapêutica das mais eficazes para absorver e remover o excesso de calor localizado nos intestinos. Calor resultante dos desequilíbrios alimentares causados por dietas extremamente acidificantes que muitas vezes somos obrigados a adotar no dia a dia corrido, com excesso de carne animal, açúcar, medicamentos, estresse etc… Daí para desenvolvermos doenças degenerativas e desequilíbrios generalizados é um pulo. Conhecemos bem este quadro, não é mesmo?

A boa notícia de hoje é que o uso da argila, promove um efeito normalizador, suavizante, desintoxicante e purificador do aparelho digestório, sendo muito útil na prevenção e tratamento de inúmeras doenças, não apenas do sistema digestivo, mas de todo o organismo. Na visão da Naturologia e de todas as correntes das medicinais tradicionais (Xamânica, Ayurvédica, Chinesa etc) as condições do aparelho digestório determinam a saúde ou a doença de todo o organismo. Essa visão antiga hoje é plenamente corroborada em inúmeros trabalhos científicos através da Neurogastroenterologia, Psiconeuroimunologia entre outras áreas da ciência, comprovando a importância do sistema gastro intestinal na saúde.

Se você quiser saber um pouco mais sobre a importância do intestino e porque ele é chamado de segundo cérebro, acesse o link e confira o post que escrevi sobre o assunto:

https://serintegralsaude.wordpress.com/2015/10/01/o-cerebro-desconhecido/

Aqui no Ser Integral todo tema que trazemos tem o brinde de uma sugestão de como praticar e usufruir os benefícios do conhecimento que compartilhamos. Para nós a prática sedimenta o conhecimento. Sem ela o conhecimento fica preso nos livros quietinhos em suas estantes.

Usar a argila de forma terapêutica é muito simples e fácil, basta aquiri-la em pó no comércio especializado e prepará-la com água pura filtrada ou mineral para formar um cataplasma, cujo resultado final de consistência deverá ser semelhante a uma mousse. Isso mesmo depois de pronta ela tem um aspecto muito lindo! E é muito importante que a mistura fique bem homogênea porque será a prova de que sofreu a manipulação adequada e necessária para ativar o poder dos cristais de quartzo presentes na argila. Esse poder é ativado através de um fenômeno chamado de piezeletricidade ou seja a capacidade que o cristal de quartzo tem de gerar uma tensão ou voltagem quando comprimido ou torcido.

Uma dica legal para o que o preparo da argila é utilizar a água na temperatura morna, facilita para misturar.

Use somente recipiente de vidro, barro ou porcelana. Nunca metal! Para manipular a água e a argila utilizar somente instrumentos de madeira, isentos de solução químicas, detergentes, desinfetantes, tintas  e outros que possam alterar a qualidade e a pureza da argila. O ideal é ter uma tigela de vidro e uma colher de pau separadas apenas para esse fim. Para limpar estes utensílios use apenas água. Nada de sabões ou detergentes!

As argilas são encontradas, comumente, nas cores verde, vermelha, branca e preta. Mas existem muitas outras cores como a rosa, amarela etc… Para o cataplasma abdominal que vamos ensinar hoje, sugerimos que use a argila verde por seu efeito harmonizador e mais suave, do que por exemplo a argila vermelha que é mais estimulante. A minha sugestão é que comece usando a argila verde e nas aplicações seguintes pode misturar um pouco de vermelha, se sentir que necessita de um estímulo maior que a cor vermelha proporciona. Um exemplo é quando a pessoa está desanimada e tem sinais de apatia e depressão. A argila vermelha pode ser muito útil para estimular e equilibrar estes sentimentos.

Após preparar a massa de argila da forma indicada acima, espalhe-a sobre um pano fino e limpo, de algodão (nada de sintéticos) e coloque-a sobre o abdome, incluindo área de estômago até a área acima da região pubiana. O ideal é que um cataplasma de argila tenha em torno de 2 cm de espessura para facilitar sua aplicação e remoção.

É essencial ter o estômago livre de alimentos pesados no período de 1 e 30 minutos, antes e após a aplicação da argila. Ou seja, o ideal é comer alimentos leves antes e depois de uma aplicação de Geoterapia, respeitando um intervalo mínimo de 1 hora e 30 minutos.

O tempo de aplicação deve ser no mínimo 40 minutos e no máximo 2 horas, durante as quais pode aproveitar para dormir e relaxar.

A temperatura deve ser ambiente, mas se sentir muito desconforto com o frio, pode colocar uma bolsa de água quente sobre o cataplasma, com os cuidados devidos para evitar queimaduras em seu manuseio. Cubra-se se sentir frio e desfrute do contato amoroso e curativo com a Mãe Terra.

Após decorrido o tempo indicado, retirar o cataplasma que esteve em contato direto com o corpo, de forma suave para não esfoliar ou lesionar a pele. Em seguida, limpar a área com tecido de algodão e água.

É muito importante tratar o material a ser descartado como lixo contaminado e contaminante, o que requer cuidados com seu descarte e sobretudo com seu manuseio.

Outro item muito importante é que depois da limpeza você deve permanecer em repouso por pelo menos mais 15 minutos.

Como qualquer tratamento terapêutico, a Geoterapia também tem seus cuidados e contra indicações. Listamos algumas delas que são contra indicações absolutas:

– Nunca aplicar argila em feridas abertas, hemorrágicas, na mucosa da boca, nariz ou vagina, em fístulas, fissuras, micoses, frieiras, úlceras externas, queimaduras e bolhas.

Uma regra básica nas terapias naturais é que nem tudo é bom para todo mundo. Regra que eu aprovo integralmente porque somos seres únicos, individuados por uma íris única, impressões digitais únicas, expressões, sentimentos e emoções únicas. Portanto se você não se sentir bem com uma aplicação de argila em seu abdome, suspenda as aplicações e reavalie. O ideal é que faça uma consulta a um profissional habilitado como é o caso dos graduados em Naturologia, por exemplo.

Eu desejo que o tema desta semana tenha sido útil a você de algum modo ou que possa ser útil a alguém que você conhece, ama, ou tem amizade. Se for assim, curta e compartilhe este post na sua rede social.

Se você quer saber mais sobre tratamentos naturais ou quer aprofundar-se no auto conhecimento, marque uma consulta através da minha página de Atendimentos aqui mesmo no site, ou mande um email para o rmarrie@gmail.com.

Ah e se quiser receber um super e-book sobre como cuidar da sua casa e de seus ambientes

com Aromaterapia, cadastre-se neste link e aproveite! Tem dicas super interessantes.

http://bit.ly/Seularemeequilibrio

Um grande abraço e uma semana iluminada para você e os seus. Nos vemos no próximo post.

Para saber mais:

Bontempo, Márcio – Guia Médico de Saúde Natural – TerraBrazil, 2004 – Porto Alegre RS

Medeiros, Graciela M da Siva de – Geoterapia – Teorias e Mecanismos de Ação: Um manual teórico prático – Ed Unisul, 2007 – Tubarão SC

Anúncios

Sobre Rouse Marrie

Eu sou Naturóloga de formação, Especialista em Plantas Medicinais, Praticante de EMF Balancing Technique e Reiki. Espiritualista, acredito que estamos aqui para aprender a Amar e servir.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s