Cuidando de crianças

29-cuidado

Minha conversa com vocês tem sempre se pautado pela importância de assumirmos a responsabilidade pelo cuidado conosco. Grifei a palavra cuidado propositalmente para chamar sua atenção para a riqueza de seu significado. Oriunda do latim cogitare que significa pensar, conceber, preparar, a palavra cuidado portanto, exige aplicar nossa atenção e planejamento, nas coisas que de fato são importantes para nós. Seu significado se amplia ainda mais quando o colocamos em prática, e assumimos cuidar com responsabilidade e envolvimento afetivo.

O teólogo Leonardo Boff em seu livro o “O Cuidado Necessário” nos traz uma visão maravilhosa do Cuidado em suas várias dimensões. Vale a pena ler para aprofundar o tema. E é com ele que vamos entrar no tema de hoje: cuidando de crianças. Citando o pediatra e pensador Winnicott, Boff nos diz:

  “Cuidar é o conjunto de dispositivos de apoio, sustentação e proteção, sem os quais o ser humano não vive. É da essência humana […] a care (o cuidado), que se expressa nestes dois movimentos indissociáveis: a vontade de cuidar e a necessidade de ser cuidado. Isso é patente na relação mãe/bebê. Este precisa de cuidado sem o qual não vive e subsiste. E a mãe sente vontade e tem a predisposição de cuidar”. Ou seja é uma relação absolutamente interconectada e interdependente, cujo cuidado deve se iniciar antes, durante e depois da gestação.

O tema cuidado com a gestação já foi objeto de tema deste blog e hoje nós queremos acrescentar mais algumas dicas para auxiliar aos que estão vivendo este momento da vida ou que convivem com amigas (os), filhas e netas.

Assim, apresento a vocês um pouco do  trabalho da dra Eva Reich, médica pediatra e psicoterapeuta, filha do também médico e psicanalista Wilhelm Reich. Eva Reich viajou pelo mundo inúmeras vezes palestrando para divulgar seu método de massagem pela Bioenergética Suave, também chamada de Toque da Borboleta, com objetivo de humanizar o parto, o nascimento das crianças e também tratá-las e às suas famílias ao longo de suas vidas de traumas decorrentes  de partos desastrados.

De acordo com Reich, o início da vida é o fundamento da vida inteira. Aqueles que recebem cedo toque suficiente, como mudas bem regadas e cuidadas, tem maior possibilidade de se desenvolver e de crescer saudáveis. Ou seja é de fundamental importância cuidarmos muito bem dos nascimentos e nos dedicarmos de maneira integral pelo até menos os tres primeiros anos de vida das nossas crianças.   A pediatra afirmou com veemência que depois do parto, sob nenhuma hipótese a mãe deve ser separada do filho, pois ambos estão ligados antes e depois do parto por uma “lei da natureza” bioenergética.

O foco do seu trabalho esteve sempre voltado para a prevenção, que na sua opinião está no início da vida. Costumava dizer: “Minha regra de ouro  no campo da prevenção neurológica é: não imponha às crianças os males que lhe foram impostos. Não os transmita, consciente ou inconscientemente, à próxima geração. Ao contrário, você pode quebrar a corrente de mil anos dessa herança, mesmo que esteja enrolado nela e sofra por isso. Eis a grande esperança.”

A esta altura você talvez esteja se perguntando como fazer isso. Para Eva Reich uma forma fácil é através da massagem dos bebês que oferece aos pais a possibilidade de entender e apoiar seu filho no processo de adaptação ao mundo, promovendo uma saúde auto reguladora presente e futura para a criança.

A massagem faz parte de uma antiga tradição hindu, conhecedora do profundo valor do contato de pele entre mãe e filho. Entre nós ocidentais, faz pouco tempo que o significado da massagem de bebês foi novamente confirmado cientificamente, sendo aplicada também em recém nascidos de partos difíceis e em prematuros. A técnica de Bioenergética Suave da dra Reich com seus toques suaves, permitem dissolver tensões profundas na mãe e no filho; a energia flui mais livremente e pulsa mais forte; a pele do bebê fica rosada e um calor doce emana das mãos da mãe e do corpo da criança. Após os dois primeiros meses é indicado às mães a massagem indiana “Shantala”, divulgada pelo pediatra francês dr Fréderik Leboyer.

A idéia  aqui é despertar seu interesse por pesquisar mais sobre o assunto, aprender como fazer a massagem Toque da Borboleta, que é fácil e muito simples podendo ser aprendida através do livro publicado pela própria dra Reich, cuja bibliografia está no final deste artigo. Afinal a grande vantagem de iniciar a massagem para bebês nos tres primeiros meses de vida  ou, se possível logo depois do parto é a de que, este período – considerado “sensível” – é o período único no qual um intenso vínculo mútuo privilegiado se desenvolve entre a criança e os pais. Essa fase tem uma influência profunda sobre a família e se refletirá por toda vida. E aqui vale refletir que se a mãe estiver muito cansada do pós parto e tiver dificuldade em massagear seu bebê, é importante que ela receba massagens suaves para restaurar o fluxo da sua energia e poder então assumir a massagem do seu bebê.

Se você gostou deste texto, compartilhe. A mudança que queremos ver no mundo, seguramente, se apoia nas crianças que já estão aí e as que estão a caminho. Precisamos ajudá-las a manifestar o imenso potencial de amor que trazem consigo. Afinal, “Toda criança traz consigo a mensagem de que Deus não desanima”. Tagore

Se tiver dúvidas, pergunte, eu estou aqui para você. Envie suas perguntas aqui mesmo no blog, pelo email rmarrie@gmail.com ou em nossa página Ser Integral no Facebook.

Tenha uma semana iluminada. Um grande abraço e até o próximo post!

Para saber mais:

Energia Vital pela Bioenergética Suave – Eva Reich e Eszter Zornànszky – ed Summus Editorial – São Paulo.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: